CREF5 CONTINUA NEGOCIAÇÕES COM ESTADO PELA RETOMADA DAS ATIVIDADES DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

CREF5 continua negociações com Estado pela retomada das atividades dos profissionais de educação física.

O Conselho Regional de Educação Física da 5ª Região (CREF5-CE) continua se reunindo com o Estado, por meio do Grupo de Trabalho de Retomada e da Secretaria de Esporte e Juventude (Sejuv), para negociar a liberação dos espaços para a atuação profissional, seja ao ar livre ou em academias, clubes e similares, favorecendo assim a promoção de saúde através da prática de atividade física regular.

Na última quarta-feira, dia 03, representantes do CREF5 e de instituições do setor se reuniram novamente com o GT de retomada. No encontro virtual, apresentaram os dados com base científica, epidemiológica e discutiram mais pontos que possam ajudar o Governo do Estado a definir pela antecipação do retorno aos postos de trabalho para os profissionais de educação física. Afinal, a reabertura de empresas do segmento de todo Estado está prevista apenas na quarta fase do plano de retomada e algumas possibilidades foram retiradas da fase de transição.

De acordo com a vice-presidente do CREF5, Andrea Benevides, além dos dados científicos e epidemiológicos, também foram apresentadas informações sobre academias, espaços públicos e atuação de personal trainers no Ceará, para que possam ser analisados pelo governador. “O Governo ainda se coloca à disposição para ouvir dados e argumentos, que mostrem a importância da abertura dos serviços à população, na perspectiva de impacto econômico e na saúde da sociedade. Eles querem ter um base mais segura para a tomada da decisão”, pontua a vice-presidente.

Segundo o diretor do CREF5, Rômulo Veras, a deliberação do Governo do Estado vai impactar diretamente no retorno dos quase 14 mil profissionais de Educação Física registrados no CREF5, “que estão impedidos de trabalhar, e dos 1.788 estabelecimentos, registrados, que promovem saúde por meio da prestação de serviços no segmento, e que estão impossibilitados de abrir suas portas”.

Como frisa o presidente do CREF5, Jorge Henrique Monteiro, o avanço nas negociações tem sido possível devido à união de várias entidades que representam a Educação Física, como a Associação Cearense de Personal Trainers (ACEPT), o Sindicato das Empresas de Condicionamento Físico do Estado do Ceará (SINDFIT), a Associação das Assessorias Esportivas do Ceará (AAEF-CE) e a Associação dos Profissionais de Educação Física do Estado do Ceará (APEFICE), além do apoio do secretário da Sejuv, Rogério Pinheiro, e do apoio junto à Prefeitura de Fortaleza, por meio do vereador Benigno Júnior.

NederlandsEnglishFrançaisDeutschItalianoPortuguêsРусскийEspañol
Skip to content